• Medical Kids

Otite externa em crianças


Verão chegando, e com ele as tão sonhadas férias. Nesse período tão esperado por nós, aumenta a incidência de alguns problemas de saúde, como é o caso da otite externa. Então vamos ficar atentos e lembrar de algumas dicas, para preveni-la e aproveitar ao máximo essa época do ano.


A otite externa é a inflamação (normalmente com infecção) do canal ou conduto auditivo externo. A grande maioria dos casos acontece no verão por causa de alguns fatores predisponentes dessa estação, como umidade e calor. Algumas características e hábitos individuais, como o estreitamento do conduto auditivo, uso de cotonetes, e prurido otológico, podem também aumentar a ocorrência de otites.


A otite externa é caracterizada por dor (muitas vezes intensa) no conduto auditivo ou pavilhão auricular (que piora ao toque da região), inflamação de conduto auditivo, podendo levar a secreção otológica, sensação de ouvido trancado e dificuldade auditiva.

Com algumas dicas simples, podemos prevenir este problema.

A primeira dica é não usar cotonete no conduto auditivo, pois ele pode lesionar a pele, retirando esta barreira de proteção natural.


Devemos lembrar de enxugar os ouvidos após molha-los, seja no mar, piscina ou chuveiro. A maneira correta de fazer isso, como já falamos, é sem o uso de cotonete. Devemos usar um pedaço de papel higiênico ou uma toalha envolvidos na ponta do dedo indicador, colocando delicadamente na região externa do conduto auditivo.

A cera (ou cerume) é uma proteção natural do ouvido. No entanto, alguns indivíduos apresentam uma produção exagerada desta proteção.

Essas pessoas devem fazer remoção periódica do excesso de cera, com o otorrinolaringologista, já que esse excesso pode aumentar a umidade do ouvido, favorecendo as otites. Evitar métodos caseiros para remover a cera; muitas vezes eles acabam levando justamente à otite externa.

A higiene periódica de fones de ouvido, principalmente os modelos intra-auriculares, também é um fator de prevenção às otites externas. Aqui sim podemos usar os cotonetes, embebidos em um pouco de álcool.


Outra dica importante é controlar bem as condições crônicas do ouvido, com a ajuda do otorrinolaringologista. Algumas doenças, por exemplo, causam coceira no ouvido, e isso pode favorecer a ocorrência de otites.

Lembrando dessas dicas simples, podemos aproveitar melhor essa época do ano sem otites externas.


"Se mesmo assim ela acontecer, procure um médico otorrinolaringologista."


Dr. Ricardo Mauricio Favaretto

CRM/SC: 25766

Otorrinolaringologia

23 visualizações

R. Nossa Sra. da Conceição, N. 223 - Lagoa da Conceição , SC/Florianópolis - CEP: 88062-015

Responsável Técnico Dra. Denise Aparecida Nogueira de Lima CRM/SC 15.519

© 2019 - Todos os direitos reservados a Medical Kids