• Medical Kids

Como prevenir as crianças das doenças de inverno?

Atualizado: Jul 2




No dia 20 de junho iniciou o inverno no Brasil que vai permanecer até o mês de setembro. A estação mais fria do ano é acompanhada das doenças de inverno, que precisam da atenção redobrada dos pais, especialmente no período de pandemia da Covid-19. As doenças mais comuns nessa época são as gripes, resfriados, rinite alérgica, sinusite, otite e amigdalite.


A Pediatra da Clínica Medical Kids, Doutora Viviane de Almeida Jabur, que também é especialista em adolescentes orienta sobre a prevenção e identificação desses sintomas nas crianças. De acordo com Viviane, essas doenças são mais frequentes no inverno porque ocorre diminuição da umidade relativa do ar, os ambientes permanecem mais fechados e com aumento e proliferação de patógenos, que podem ser bactérias, fungos e vírus.


Viviane é formada em Medicina e Especialista em Pediatria pela Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro. Também é Especialista em Hebiatria pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.


Como identificar os sintomas?


Os sintomas são diferenciados para resfriado e gripe, que são as doenças mais comuns. O resfriado apresenta sintomas mais amenos, febre baixa, coriza, espirro, tosse e dor leve no corpo. Já na gripe, os sintomas são mais intensos com febre mais alta, muita dor no corpo e dor de cabeça acentuada. Os sintomas podem durar até sete dias.


Outras doenças comuns como a rinite alérgica apresentam secreção nasal, espirros e coriza. Já nos quadros de sinusite, a criança pode ter tosse com catarro, dor de cabeça e um pouco de febre. Na amigdalite, os sintomas são de dor de garganta, febre alta, dificuldade para deglutir e acometem principalmente as crianças acima dos três anos de idade.


A orientação da médica é para que os pais procurem ajuda médica se após 24 horas a febre da criança persistir alta, maior do que 38,7°C, ou se a criança apresentar alteração do estado neurológico, estiver ofegante ou convulsão.


Medidas de Prevenção


A médica orienta que por mais frio que esteja o clima, é fundamental manter os ambientes ventilados, fazer o ar circular em casa e limpar todos os focos de mofo ou fungos que possam estar na casa. O ambiente limpo evitar o desencadeamento de casos alérgicos.


Outra orientação é para que as crianças – e pais – bebam bastante água, se mantenham hidratados e com uma alimentação saudável rica em verduras, legumes e fibras para que a imunidade esteja alta. “Reforçamos para que evitem ambientes com aglomeração de pessoas. Com as medidas protetivas da Covid-19, estamos vivenciando um ano com diminuição dos casos de infecção, já que sem aglomeração a proliferação das doenças comuns no inverno tem diminuído”, destaca a Médica Viviane. Os pais também devem estar atentos para a caderneta de vacinação em acordo com as vacinas necessárias em cada idade.


Medidas extras contra a Covid-19


A doutora Viviane ressalta que a atenção deve ser redobrada neste momento de pandemia. “Destacamos a lavagem frequente das mãos e que evitem tocá-las no rosto. Quando for necessário sair de casa, lembrem-se de usar a máscara. Essa recomendação é fundamental também para crianças e adultos com rinite alérgica, que deve ser tratada, já que a primeira reação da pessoa é coçar o nariz e levar a mão ao rosto. Crianças que sofrem com as doenças de inverno, principalmente as alérgicas, são as mais suscetíveis a essas infecções e devem manter todos os cuidados sempre”, explica Viviane.


Texto por: Liziane Nathália Vicenzi

Jornalista - MTB 6142 - Assessoria de Comunicação Clínica Medical Kids

(49) 99957-5113

Foto por: Phóton Produtora - Caio Reis e Fernanda Novaes

0 visualização

R. Nossa Sra. da Conceição, N. 223 - Lagoa da Conceição , SC/Florianópolis - CEP: 88062-015

Responsável Técnico Dra. Denise Aparecida Nogueira de Lima CRM/SC 15.519

© 2019 - Todos os direitos reservados a Medical Kids